sábado, 1 de setembro de 2007

BROWNSEA - 100 anos depois

Já se passaram 100 anos!...
Na pequena Ilha de Brownsea, situada na Baía de Poole, na costa meridional, a Sul da Grã-Bretanha, um acontecimento veio mudar o cenário mundial dos métodos de educação para a juventude, na velha Inglaterra e em todo o Mundo, graças ao trabalho desenvolvido por Lord Baden-Powell, que ali reuniu um grupo de 20 rapazes, que constituiram as Patrulhas "Corvos", "Lobos", "Maçaricos" e "Touros", que foram as pioneiras na colocação em prática dos ensinamentos do Fundador no seu livro "Escutismo para Rapazes", "Scoutins for Boys" no original.Entre os dias 29 de Julho e 09 de Agosto de 1907, estes rapazes "fizeram" História com a participação numa aventura centenária que veio a ter um largo alcance para o mundo.
Sir Percy Everett, um dos participantes no 1º. Acampamento, recorda:
"Durante o Verão de 1907, o Chefe foi completando gradualmente os seus planos para o evento. Houve a sorte de ele e o amigo Sir Charles van Raalte conseguirem a cedência de um bocado de terreno em Brownsea... e esta ilha era o local ideal para aquilo que pretendia: Duas milhas de comprimento e uma de largura, com muitos bosques e dois lagos no centro, sendo aquilo que nós poderíamos chamar de "um bom terreno escutista", com um bom litoral no sudeste arenoso, onde o acampamento foi montado.
O Sr. G.W. Greene, de Pool, que foi quem dirigiu os Escutas de Pool durante alguns anos, tratou de recrutar os rapazes para o acampamento, que iriam constituir as Patrulhas, que acampavem por sua conta, sob direcção dos seus próprios monitores, os Guias de Patrulha, havendo uma total responsabilidade de, pela sua honra, levar por diante os desejos do Chefe e colocar em tudo a melhor eficiência.
As memórias mais vividas eram os fogos de conselho, antes das orações e do apagar das luzes. O Chefe, ao redor do fogo, contava-nos algumas histórias assustadoras, conduzia ele mesmo o canto "Eengonyama" e, com o seu jeito inimitável, atraía a atenção de todos. Eu ainda posso vê-lo como ele ficava dianta da luz, alerta, cheio de alegria e de vida, um momento grave, outro alegre, respondendo a todas as questões, imitando o chamamento dos pássaros, mostrando como se tocaia um animal selvagem, contando uma história curta, dançando e cantando ao redor da fogueira, mostrando uma moral, não apenas em palavras, mas usando histórias e convencendo a todos presentes, rapazes e adultos, que estavam prontos para segui-lo em qualquer direcção!"
100 anos depois... no mesmo local... certamente alguns dos Escuteiros de todos os Continentes terão lá dado pela presença de um sempre jovial Chefe Escuta, que não quiz deixar de estar com os seus Amigos neste momento de celebração tão importante para o Escutismo Mundial! Talvez até tenham ouvido o toque do chifre de kudo, tenham aprendido dele o "Eengonyama" e gritado, a plenos pulmões: "BY PREPARED" ou SEMPRE ALERTA!
Saibamos merecer o legado do Chefe! No Dia do Pensamento... recordai-o com a saudade de alguém que, não tendo vivido no nosso tempo... é um cidadão de todos os tempos!

Sem comentários: