sexta-feira, 6 de novembro de 2009

São Nuno de Santa Maria... ...o Santo Condestável

Hoje, dia 06 de Novembro, é dia de São Nuno de Santa Maria!
É o dia em que recordamos a memória do Santo que foi Condestável do rei de Portugal, o Comandante supremo do exército e seu guia vitorioso, o fundador e benfeitor da comunidade carmelita, que ao entrar no convento recusa todos os privilégios e assume como própria a condição mais humilde, a de frade Donato, dedicando-se totalmente ao serviço do Senhor, de Maria —a sua terna Padroeira que sempre venerou—, e dos pobres, nos quais reconhece o rosto de Jesus.
Significativo foi o dia da morte de frei Nuno de Santa Maria, o domingo de Páscoa, 1 de Abril de 1431, pois passou imediatamente a ser reputado de “santo” pelo povo, que desde então começou a chamar-lhe o “Santo Condestável”.
Mas, embora a fama de santidade de Nuno se mantenha constante, chegando mesmo a aumentar, ao longo dos tempos, o percurso do seu processo de canonização será bem mais acidentado.
Promovido desde logo pelos soberanos portugueses e prosseguido pela Ordem do Carmo, deparou com numerosos obstáculos, de natureza exterior, sendo sómente em 1894 que o então postulador geral dos Carmelitas, Pe. Anastasio Ronci, conseguiu introduzir o processo para o reconhecimento do culto do Beato Nuno “desde tempos imemoriais”, acabando este por ser concluído, felizmente, apesar das dificuldades próprias do tempo em que decorreu, no dia 23 de Dezembro de 1918, pelo decreto "Clementissimus Deus", do Papa Bento XV.
As relíquias de São Nuno foram trasladadas numerosas vezes do sepulcro original para a Igreja do Carmo, até que, em 1961, por ocasião do sexto centenário do nascimento do Santo, foi organizada uma peregrinação do precioso relicário em prata que as continha; mas pouco tempo depois este foi roubado e nunca mais foram encontradas as relíquias que contivera, pelo que foram depostos, em vez delas, alguns ossos que haviam sido conservados noutro lugar.
A descoberta, em 1966, do lugar do túmulo primitivo, que continha alguns fragmentos de ossos compatíveis com as relíquias conhecidas, reacendeu o desejo de ver o Beato Nuno proclamado em breve como Santo da Igreja... e isso aconteceu, porquanto... tendo sido levadas a cabo as respectivas investigações, o Santo Padre, o Papa Bento XVI, dispôs a 3 de Julho de 2008 a promulgação do decreto sobre o milagre em ordem à canonização, e durante o Consistório de 21 de Fevereiro de 2009 determinou que o Beato Nuno fosse inscrito no álbum dos Santos no dia 26 de Abril de 2009.
O Escutismo Católico Português, que já venerava o Beato Nuno Álvares e o tinha como um dos seus Patronos, tem agora mais um Santo para proteger os Escutas do Corpo Nacional de Escutas e da Fraternidade!
"Arraial, Arraial, por Nossa Senhora, Mãe do Escuta, São Jorge, São Paulo, São Nuno, CNE e Portugal! Arraial, Arraial!"

Sem comentários: